quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Existem coisas que nunca mudam na vida de uma mulher como eu:

Sentir  o gosto do seu beijo
toda vez que alguém passa perto
com o cheiro do seu perfume
fazendo curva no vento.

Olhar pro lado,
perdida em lembranças eternas
toda vez que  alguém pronuncia
um mesmo nome que o seu.

Comparar todo frio na barriga
com a era glacial que você me fez sentir
quando eu ainda acreditava na possibilidade
de sermos felizes...juntos.

Afirmar pro mundo que não te amo mais
e já esperar olhares e sorrisos incrédulos.

Porém...
O que eles não sabem
é que, pra uma mulher como eu
você não passa
de pegadas em trilha de areia
que se desmancham com sopros.

E eu amo sim...
amo o que eu sentia por você.
E sinto saudade é disso.

Cada margarida que vejo na trilha
é uma pegada sua que se demora mais em se esvair.

Vi uma hoje.

Nenhum comentário: