segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Já é uma das poucas pessoas
que eu permiti carregar uma parte de mim.
Só espero que não fujas comigo
levando pra longe de mim esse pedaço meu.
Não conseguirei erguer meu abrigo
do vento, da chuva, do frio
quando na minha casa
o telhado já é seu.

Alice Ayres

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Utopia?

Alice Ayres


Seus lábios - minha testa.
Suas mãos - meu redor.
Seu hálito - minha nuca.
Sua expiração - minha aura.

Seu tato - minha pele.
Seu rubor - meu sorriso.
Seu horror - minha falta de tempo.
Seu temor - meu sumiço.

Minha paz - colo seu.
Minha boca - pele sua.
Meu rubor - seu calor.
Meu torpor - sua presença.

Satisfação - nossa cama.
Evolução - nosso drama.
Alegria - nossa casa.
Cumplicidade - nossas soluções.

Meu temor - seu cansaço.
Meu vigor - seu abraço.
Minha dor - sua ausência.
Meu viver - sorriso seu.

E que sejamos nós assim, plenos
Um pelo outro
cuidado
amor
silêncio
tato
palavras
gestos e versos...

Já disse que serei muito mais eu por você...
e, se minha subjetividade de fato te atingir,
já decidi: vou pular de novo.

sábado, 8 de agosto de 2009

Ensaio

Alice Ayres


Você me tirou do chão em poucos dias
e me devolveu a ele em poucos minutos.
Descobri que, em se tratando de você,
é melhor estar no chão do que nas nuvens.

the end

Para este ensaio (já que pretendo dizer isso a você daqui a pouco)
e para nós.

E o pior disso tudo: é verdade.
Tô muito melhor sem você,
apesar de sozinha...

Mas...
estou planejando me surpreender.

domingo, 2 de agosto de 2009

Presente

Alice Ayres


È muito ruim estar sozinha.
e não estou assim simplesmente pelo fato de estar com ninguém.
eu estou assim porque,
além de não estar com alguém
meu coração está totalmente vazio.

Nunca pensei que isso fosse acontecer comigo...
mas, não tenho em quem pensar antes de dormir,
ouço músicas perfeitas
a trilha sonora da minha história com alguém que não conheço.

Sorrio sem isso alegrar o dia de outra pessoa...
e eu queria ser a razão dos sorrisos de outra pessoa...
e poder retribuir.

Eu creio no amor.
Acredito que fará parte da minha vida de forma plena
e livre...

Eu creio que poderei compartilhar um cobertor
e ser feliz por isso durante anos...

Nunca pensei que eu fosse sentir falta de sofrer por amar.



Alice Ayres