quarta-feira, 16 de junho de 2010

Liih

É na madrugada que me esccondo.
Me escondo de mim,
dos medos,
dos sonhos.

Hoje você me encontrou
e ainda que eu tente me encobrir
foi no seu sorriso que me achei..
mas me perdi no seu olhar.

Uma das coisas que, às vezes, penso que não deveria existir
é a distância...
Mesmo temperando os sonhos,
ela provoca o engasgar do desejo,
o restringe à especulação..

Mas hoje te li nas entrelinhas
no trepidar dos seus cílios
na ambiguidade discreta
de sua língua.

Já te quero.
simples assim.

Nenhum comentário: