terça-feira, 26 de janeiro de 2010

novo?

Retumba, em mim, soluços de choro.
Não sei se de alívio ou de agonia.
Quando começo a escrever assim,
até eu tenho preguiça...
drama?
novo?
de novo?

Pior...é que acho que agora é novo sim.

Me apaixonei por você.
e as convenções proibem...

lembro sua boca, nosso beijo...
e uma saudade doída bate aqui dentro!

Noite de lua cheia e eu querendo ver tudo claro com você...
lá de cima.

Cresça comigo.
Abandone esse seu medo...
Você briga, nega,
mas morre de medo.
Às vezes acho que de mim..
outras penso que é de você.

Sei que guardas algo
lindo, puro
Penso, porém, que nada disso me pertence.

e eu acho que amo você.
e isso dói.
as regras não permitem
e você me nega.

Ninguém nunca me tocou assim.
internamente
literalmente
inteiramente

Drama?
mas este é novo.

Pretendo andar de escudos por você.

Ainda vamos voar "together".

Nenhum comentário: